domingo, 19 de outubro de 2014

Viagem a Lisboa de Comboio


Olá meninas! Hoje venho publicar o primeiro diário de bordo! Este fim-de-semana dias 10, 11 e 12 de outubro, fui ate lisboa com a minha mãe e venho contar-vos tudo sobre a viagem e sítios que consegui visitar em tao pouco tempo. Saímos na sexta-feira por volta das 13:07h de comboio alfa pendular de Braga a viagem correu bem e chegamos a Lisboa a estação do Oriente por volta das 16:23h. Apos termos sido recebidas pela Lurdes a amiga da minha mãe que mora em lisboa seguimos num outro comboio para o Cacém, local onde ela mora.  A Lurdes comprou uns bilhetes pré comprados, não tive oportunidade de lhe tirar uma fotografia para vocês mas procurei uma imagem na internet para por aqui no blog! Este cartão eletrónico válido por um ano que podem recarregar para poderem andar nos transportes públicos CP (comboios de Portugal), Metro, Carris (autocarro/ônibus) e de Transtejo/Soflusa (Barco que liga as duas margens do rio tejo) da cidade para que se possam deslocar com facilidade.  Para facilitar o carregamento pode ser feito através do sistema “Zapping” em caixas eletrónicas que podem encontrar nas estações dos transportes referidos anteriormente, podem carregar com dinheiro dependendo do destino que querem ir ou com viagens. Se forem andar de comboio podem comprar o cartão na bilheteira da estação se forem andar no autocarro/ónibus podem comprar em papelarias. O cartão fica por 0,50 cêntimos.

Cartão Viva Viagem Frente e Verso. (imagens retiradas da internet)



No dia seguinte no sábado de manha ficamos em casa da Lurdes, almoçamos por lá e a tarde fomos passear ate Sintra! Andamos um pouco a ver umas lojas com produtos tradicionais da região e decidimos ir comer travesseiros de Sintra, que são uns bolos muito procurados por turistas. Este doce é feito de massa folhada, doce de ovos, amêndoas e açúcar, eles são servidos quentes e são muito bons! Eles colocam na mesa um para cada pessoa e as filas tanto para comer na pastelaria como para comprar e levar para casa chega ate á porta por isso há que ter um pouco de calma e esperar.
Após o lanche fomos comprar algumas lembranças como íman para por no frigorifico/geladeira, quando estamos prestes a sair da loja deram dois trovoes bem altos e do nada começou a chover muito só tivemos tempo de correr rua abaixo e abrigar-nos num café e esperar a chuva abrandar e depois fomos embora para casa. Da próxima vez que for a Sintra quero visitar mais locais como o palácio da pena que é um local lindíssimo. No dia seguinte domingo, fomos almoçar ao centro comercial Vasco da Gama que fica localizado no Parque das Nações onde podem visitar o Oceanário de Lisboa. No centro comercial almoçamos num restaurante chamado Só Peso, em que cada pessoa pega num prato serve a comida que quer, que se encontra em tabuleiros numas bancadas e no fim vai para a fila da caixa de pagamento  coloca o prato em cima de uma balança, onde este é pesado e mediante esse peso é dado o valor a pagar. A comida é muito boa eu gostei de ter lá ido e como vão poder ver na fotografia do meu prato comi bem e demais!
Espero que tenham gostado deste pequeno diário de bordo apesar do pouco tempo deu para visitar um pouco de Sintra e o Parque das Nações que só deu mesmo para ir um pouco ate á beira do rio tejo pois estava a chover! Quem sabe da próxima consiga visitar mais coisas!  




 Pasteis de Sintra imagem da entrada da Pastelaria Piriquita onde fomos lanchar 



Placa de Pedra existente na fachada da Pastelaria Piriquita e o meu prato no restaurante Só Peso e as duas fotografias que consegui tirar dentro do comboio na Estação do Oriente.

 


Estação do Oriente (imagens retiradas da internet) a última imagem é uma zona de comércio existente por baixo das linhas do comboio onde vendem diversos produtos. 
(imagem retirada da internet)

(imagem retirada da internet)


(Imagem retirada da internet)

Centro comercial Vasco da Gama entrada pelo lado do Parque das Nações (primeira foto) e entrada pelo lado da Estação do Oriente (segunda foto) 

(imagem retirada da internet)

(imagem retirada da internet)

Oceanário de Lisboa 
(imagen retirada da internet)